Mercado

Vídeo mostra como era a vida nos seringais

Produção do Grupo Marajoando Cultural fala sobre a utilização da borracha pelas indústrias da Europa e dos Estados Unidos.

 

O Grupo Marajoando Cultural tem como objetivo fomentar e divulgar as questões amazônicas, em especial sobre o arquipélago do Marajó, por meio de vídeos no YouTube e diversos conteúdos digitais.

No YouTube, o internauta pode conferir um vídeo que retrata o fim do século XIX, época em que crescia a utilização da borracha pelas indústrias da Europa e dos Estados Unidos. Mas, a produção ainda era pouca, não atendia a demanda dos compradores internacionais e os exportadores perdiam dinheiro por falta de mão de obra para extrair a borracha.

Com o tempo, nordestinos começaram a trocar o sertão pela Amazônia, em busca de melhores oportunidades de vida. O programa mostra como era a vida nos seringais, os conflitos com os índios e as queimadas do Acre, além de contar a história de Chico Mendes e a reserva extrativista.

 

Leia também: A Cidade, O Teatro e o “Paiz das Seringueiras”

 

Leia também: Dica de leitura: Seringal, do romancista Miguel Ferrante

 

Fonte: Primeira Página

Redes Sociais