Mercado

Dependente de soldado da borracha pode acumular benefícios

Judiciário reconheceu a possibilidade de acumulação de pensão vitalícia e da aposentadoria por idade rural.

 

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) interpôs apelação contra a sentença, da 1ª Vara da Subseção Judiciária de Altamira/PA, que reconheceu a possibilidade de acumulação dos benefícios de pensão vitalícia a dependente de seringueiro e da aposentadoria por idade rural.

A Primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, por unanimidade, negou provimento à apelação do INSS por entender que não existe vedação legal na cumulação dos benefícios.

O desembargador federal Wilson Alves de Souza, relator, ao analisar o caso, destacou que “inexiste vedação legal na cumulação da pensão especial de seringueiro com a aposentadoria por idade.

Com efeito, o artigo 54, do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, regulamentado pela lei nº 7.986/1989, prevê a concessão de pensão vitalícia ao seringueiro carente que trabalhou na produção de borracha por ocasião da Segunda Guerra Mundial, que ficou conhecido como ‘soldado da borracha’”.

 

Leia também: Cassilândia quer usina da borracha

 

Leia também: Conab realiza encontros de negócios para extrativismo

 

Fonte: Primeira Página com informações do Portal do Holanda.

Redes Sociais