Mercado

Comissão obriga hospitais militares a atender soldados da borracha

Projeto de Lei 1588/19 aprovado assegura aos soldados da borracha direito a atendimento nos serviços de saúde das Forças Armadas.

 

A Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia aprovou o Projeto de Lei 1588/19, que assegura aos chamados soldados da borracha direito a atendimento nos serviços de saúde das Forças Armadas. O texto insere dispositivos na Lei Orgânica da Saúde (Lei 8080/90).

O projeto beneficia os seringueiros que, durante a Segunda Guerra Mundial, entre 1943 e 1945, foram alistados pelo Serviço Especial de Mobilização de Trabalhadores para a Amazônia (Semta) com objetivo de abastecer o Exército dos Estados Unidos com borracha extraída no Brasil. Estima-se que atualmente haja cerca de 8,3 mil “soldados da borracha” sobreviventes e 6,5 mil viúvas.

 

Leia também: Extrativistas já podem conferir o bônus do PGPAF

Leia também: Livro: Seringueira – Nutrição e Adubação no Brasil

 

Fonte: Primeira Página com informações do site da Câmara dos Deputados.

 

Redes Sociais