Notícias


Publicado em:
8
2/2019

Em última reunião de Ilan Goldfajn, Copom mantém Selic em 6,5%

A decisão do dia 6 de fevereiro segue o que esperava a maior parte do mercado.



Metatags: Economia, Taxa de Juros, Copom, Selic
Pixabay

A Selic foi mantida pela sétima vez seguida em 6,5% ao ano, deixando a taxa em seu menor patamar da história. O mercado financeiro, nada surpreso, já começa a avaliar a possibilidade de um novo ciclo de corte de juros começando este ano.

Em comunicado, o Banco Central ressaltou que o cenário externo permanece desafiador, mas com alguma redução e alteração de perfil de risco. Para o BC, diminuíram os riscos de curto prazo associados à normalização das taxas de juros em algumas economias avançadas, porém aumentaram os riscos associados a uma desaceleração da economia global.

A recuperação gradual da economia e as expectativas sobre as classes de aprovação da reforma da previdência são os principais fatores que guiam as projeções de analistas e investidores. O otimismo de que o governo conseguirá levar adiante sua proposta no Congresso começa a levantar as chances de que o BC poderá voltar a cortar os juros.

Fonte: Primeira Página


Últimas notícias

Banco Central revê previsão de crescimento para 2019

Segundo último relatório Focus, estimativa agora é de PIB 1,71% superior ao ano passado.
Leia Mais

Em 105 dias, varejo cresceu 1,8% em São Paulo

Só na primeira quinzena de abril, a alta foi de 6% sobre os 3,2% do ano passado.
Leia Mais

O que deve mudar no comportamento do consumidor brasileiro em 2019?

Neste artigo, Danielle Denys, gerente de marketing do Grupo Acerte, revela que, em todas as categorias de produtos, o consumo do brasileiro aumentou.
Leia Mais